top of page
  • Foto do escritorAndré Possolli

O aumento no mercado de paisagismo

Hortas, estações de suculentas, paredes verdes, nichos de vasos e mais uma infinidade de opções de montagens e modos de dispor vegetação em casa, nos últimos anos assim como o universo pet, o mundo das plantas vem conquistando cada vez mais amantes. Com uma ampla gama de especialização na área, desenvolvendo conteúdos sobre o assunto, novas e cada vez mais tecnológicas ferramentas e diversas espécies. Não significa que o meio dos animais domésticos esteja sendo substituído, muito pelo contrário, os pais de pets agora também vem somando nos números de pais de plantas.



Até o momento em que se observou essa crescente, era comum ver pessoas dando restos de comida para pets e plantas, hoje já se observa a diferença com os próprios cuidados em que novas marcas começam o investimento do ramo de nutrição para os amigos verdes, com fertilizantes, adubos e toda uma cartela ampla de opções de manutenção para o bom crescimento das plantas. De acordo com o Google Trends, no Brasil o assunto mais pesquisado em 2021 na categoria “COMO FAZER” foi “Como fazer uma horta em casa”. Ainda sobre os dados exponenciais, a pandemia do vírus COVID-19 foi um ponto que auxiliou para o aumento nas buscas, entre março e junho de 2020, segundo pesquisas realizadas pelo Google Trends, a busca pelo termo “kit de jardinagem” obteve um aumento de 180%.



Conforme publicado pelo pesquisador Shawn Achor em seu livro “O jeito Harvard de ser feliz”, ter plantas em casa é um dos sete hábitos que torna as pessoas mais felizes. Impactando diretamente na melhora da saúde mental, quando se está em contato com a terra, cuidando de outra vida vivenciando todo ciclo, tendo um novo olhar sobre a vida segundo o autor.



A tendência da estética urban jungle com certeza teria uma grande parcela nos dados de crescimento da vertente, já que a hashtag com o termo representa mais de 8 milhões de publicações. As redes sociais contribuíram muito para esse avanço por apresentarem ideias e grupos de compartilhamento entre os adeptos ao movimento.



Além da questão estética que as plantas trazem aos lares, a conscientização ecológica ajuda a entender o equilíbrio com o mundo em que vivemos. A criação das próprias hortas, por exemplo, contribui para o balanço da biosfera e isso otimiza o mercado de consumo alimentício. Outro ramo que também se beneficia é o de plantas medicinais. Saberes populares ganham forma em diversas residências através de todo processo de cultivo, o preparo de chás, óleos essenciais e a manipulação de plantas próprias no cuidado com a saúde e a relação de ancestralidade que esse conhecimento traz consigo.



O futuro reserva cada vez mais o aumento do mercado das plantas que demonstra uma demanda cada vez maior, na facilidade do cultivo que se torna não só uma atividade cotidiana, como também um lazer para quem se encanta com esse meio.

2 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page