top of page
  • Foto do escritorNelson Yokota

Descubra 15 plantas tropicais para urban jungle

Trazendo o aspecto introspectivo e fascinante das matas, o chamado da selva que plantas tropicais trazem a um ambiente é mais do que uma integração da natureza com o ser humano, a conexão que essas espécies criam é uma sensação única de estar dentro da natureza.



Além do aspecto selvagem elas são muito conhecidas pela beleza ornamental de grandes e vistosas folhagens. Espalhadas entre os trópicos de Capricórnio e Câncer, as plantas que integram esse grupo são de regiões tropicais como grande parte do território brasileiro está inserido, o que significa que apreciam bastante umidade e o calor.  


O renomado paisagista Burle Marx tem seu legado conhecido e celebrado mundialmente até hoje e uma de suas marcas registradas era o uso em grande escala das derivadas da mata tropical. Hoje a Casa Das Plantas separou 15 espécies de plantas tropicais para te inspirar ainda mais nesse universo único a ser vivenciado.


Dracaena Marginata

Tolerando até mesmo períodos de seca, conhecida como Dracena-de-Madagascar ela aprecia média ou pouca luminosidade, recomendamos pulverizar a planta sempre que possível e retirar o pó de suas folhas.



Dracaena Fragrans

Também sendo cultivada sob meia-sombra ou luz difusa, ela precisa somente de um copo de água por semana. No final do inverno procure realizar a manutenção do solo, trocando a matéria orgânica e afofando.



Ficus Lyrata

Apreciando bastante luz natural, seja em sol-pleno ou meia-sombra, o figo-folha-de-violino tem raízes mais sensíveis por isso precisa de um solo com uma boa drenagem, ele demanda uma rega de 2 a 3 vezes por semana.



Chamaedorea Elegans

Uma palmeira de pequeno porte, a camedorea-elegante aprecia meia-sombra e um solo úmido. Se notar o amarelamento das folhas, use o borrifador nelas também.  



Yucca

Podendo receber rega de uma a duas vezes por semana, é uma planta que aprecia bastante luz, por isso se optar por tê-la dentro de casa coloque próxima a uma janela.



Strelitzia Reginae

Uma das mais conhecidas da lista e muito utilizada em eventos e arranjos, a estrelícia aprecia um solo úmido, mas não encharcado, regue a planta em média duas vezes na semana.



Marantas

Com uma variada gama de tons e formas, as marantas são ótimas para ambientes internos por apreciarem sombra ou meia-sombra. São espécies que apreciam muita umidade por isso procure sempre borrifar água em suas folhas e manter uma rega frequente.

 



Monstera Deliciosa

Outra espécie famosa em decorações e no conceito urban jungle, a costela-de-adão é uma planta que aprecia bastante luminosidade, porém não sol forte diretamente em suas folhas. Verifique sempre o substrato antes de realizar a rega, que deve ser feita em média 2 vezes na semana. É uma planta tóxica por isso mantenha distante de pets e crianças.



Anthurium

Com exuberantes e chamativas folhas, o Antúrio segue a mesma lógica da Monstera e precisa ficar distante do alcance de crianças e animais de estimação. Cultive em um local bem iluminado sem sol direto em suas folhas e regue com frequência sem encharcar.



Liliopsida

Florescendo sob condições de cultivo adequadas, as Bromélias encantam as matas com suas exuberantes folhagens e florações, tendo até mesmo uma espécie que produz fruto, o abacaxi. As regas precisam ser moderadas, mas sempre deixe água no “copo” em sua cavidade central. Não se preocupe com proliferação de mosquitos ali pois a própria espécie, como mecanismo de defesa, torna essa possibilidade inóspita.



Aphelandra Squarrosa

Com formatos e texturas que a tornam singular, a Afelandra precisa de um substrato sempre úmido, por isso realize a rega com frequência e também mantenha a iluminação de meia-sombra ou sombra.



Strelitzia Nicolai

Conhecida também como banana selvagem, suas folhas longas integram a estrutura da espécie com florações brancas e roxas, embora em ambientes internos seja mais difícil. Ela aprecia temperaturas altas e o sol da manhã e final da tarde.  



Ravenea Rivularis

Quando se trata de “tropicalizar” um ambiente, palmeiras sempre são uma ótima pedida. Aqui, essa nativa da ilha de Madagascar é caracterizada por sua folhagem reta e arqueada. Com solo rico e água abundante ela pode atingir até 20 metros de altura, e como a maioria das espécies tropicais aprecia sol direto 4 horas por dia e sombra no restante.



Colocasia esculenta

Também conhecida como Taro ou “orelha-de-elefante”, deve ser mantida em sombra parcial e sob rega com frequência, mantendo seu substrato sempre úmido.



Alocasia

Com algumas semelhanças com a colocasia, ambas são conhecidas como “orelha-de-elefante” e é uma boa opção se você mora em um local mais quente. Se você não tem muita familiaridade com o universo da jardinagem essa planta é para você por ser de fácil manutenção.



7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page