top of page
  • Foto do escritorNelson Yokota

Quatro truques para otimizar a rega

Atualizado: 7 de jun.

Pode parecer uma tarefa fácil e no dia a dia e acaba se tornando uma atividade mecânica, até que as folhagens ficam amareladas e de repente só sobra um broto no meio de sua planta e você não sabe por que. Vários fatores podem ser influência para o adoecimento da espécie e hoje vamos falar sobre um que você tem total controle, como regar suas plantas.



Existem muitos “truques” para que você mantenha seu jardim exuberante e saudável e hoje vamos ensinar 4 passos simples sobre o processo de rega que você pode aplicar facilmente em sua rotina e garantir que seu oásis dentro de casa permaneça por muitos anos florescendo.



Gerencie a umidade

Podendo dificultar a circulação do ar às raízes e até colaborando para a proliferação de fungos e bactérias, o excesso de rega também é um dos problemas mais comuns que se observa em diversas residências. A crença de que quando se nota a planta em estado adverso deve-se rega-la mais do que o normal é um erro comum e pode afogar sua vegetação em problemas que podem levar a complicações piores.  A presença de mosquitos em excesso pode ser um indicador de água em exagero, por isso antes de regar use a regra do dedo como ensinamos aqui



Que horas regar

Alguns já sabem que regar sua planta no meio do dia, momento em que a temperatura e o sol estão mais fortes não é o mais recomendado, em razão do fator de absorção das espécies. Regar suas plantas em horário de menor luminosidade é mais interessante, principalmente no momento em que tanto as raízes quanto a planta estão mais frescos, logo pela manhã, é mais vantajoso para a espécie.



Pratinho

Quando se pensa em rega e irrigação o processo que vem à mente é o tradicional, com regador e molhando a planta por cima. Existe uma ótima alternativa para essa ação através dos pratinhos que existem no mercado. Encontram-se inúmeras opções no ramo, vasos com furinhos que já acompanham o prato por exemplo, e é no próprio prato que você pode despejar a água, e claro, sem exageros para que não apodreçam as raízes. É uma técnica muito recomendada para espécies com folhas e caules mais sensíveis a umidade como azaleias ou cíclames. 


azaleias em vasos

Mais alternativas a rega tradicional

Principalmente no período de férias não é difícil escutar muitas pessoas lamentando que suas plantas estão doentes ou até que perderam totalmente por falta de rega. Pensando nas possibilidades de problemas relacionados à falta de rega, o setor desenvolveu soluções práticas e elegantes como vasos auto irrigáveis, irrigação gota a gota e outras soluções de equipamentos que podem te auxiliar, consulte um especialista sempre antes de adquirir.    



0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

留言


bottom of page