top of page
  • Foto do escritorAndré Possolli

Perfil do consumidor de jardinagem no Brasil

Atividade amplamente praticada desde o trópico ao sul do país, a paixão pelo universo das plantas vem tomando conta de inúmeros lares mundialmente, e em um estudo realizado pela Forth Jardim traçou o perfil e o comportamento dos plant lovers no Brasil, que desde o período da pandemia causado pela COVID-19 vem crescendo de forma significativa.



Realizada com mais de 800 pessoas, a pesquisa indicou que nos últimos 4 anos o interesse por diferentes vegetações e como mantê-las bem dentro dos lares cresceu em aproximadamente 25%, e por mais que o público jovem venha somando nos números o maior público que ainda permanece no topo do ranking é representado por pessoas de 50 a 69 anos, correspondentes a mais de 50% dos dados.



Em relação aos tipos de cultivo citados pelas pessoas da amostra de pesquisa, o mais procurado e mencionado ainda segue sendo o de flores, liderando a lista com 83%, seguido de frutíferas citado por 74%, temperos e hortaliças com 66%, vegetação ornamental com 61%, suculentas e cactos com 55%, entre outras procuras fechando a lista com bonsais em 22%.



Por mais que grande parte dos entrevistados sejam jardineiros amadores, o investimento de pelo menos 59% da pesquisa é de no mínimo R$100,00 em produtos de cuidados com as plantas. Na lista dos produtos mais comprados pela parcela temos substrato e terra em 79%, plantas 73%, adubos granulados 71%, inseticidas e cuidados de proteção 50%, cachepôs e vasos 49%, adubos líquidos 48% e ferramentas de jardinagem com 37%.



13 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page