top of page
  • Foto do escritorAndré Possolli

Design Biofílico, atravessando barreiras entre arquitetura, natureza e pessoas

Para além das plantas e espaços isolados, Design biofílico é a integração entre todos os elementos para garantir o bem-estar de todos que ali habitam, incluindo as plantas.



Com o cenário atual em que casos de ansiedade, entre outras questões que vem afetando a humanidade conhecidas como mal do século, configurar sua moradia para que se torne um lugar de acolhimento e que envolva diversas questões que conversem com as atuais perspectivas ambientais já não vem se tornando questão de escolha. O conceito de convivência harmônica, juntando pontos de sustentabilidade, estética e bem-estar é o escopo para entendimento e aplicabilidade deste viés de design que vem tomando conta de toda sociedade.


Termo utilizado pela primeira vez pelo biólogo Edward O. Wilson na década de 80’s, diversos estudos apontam, a proximidade do ser humano com a natureza faz com que se sintam bem trazendo benefícios para diminuição de ansiedade, estresse, dores, melhoria no humor e em processos de cura entre outros.



Não se trata apenas de ter plantas dentro de casa. Agregar alguns elementos da natureza faz parte de toda construção para essa ambientação.


Materiais naturais

Texturas e materiais que retem ao ambiente da natureza fazem parte dessa ambientação. Trazer a sensação emprega o uso de pedras, madeiras, palhas entre vários outros elementos que remetem e conectam ao ambiente externo.















Luz e sombra

A sensação de bem-estar em um dia ensolarado não é à toa. Seres vivos de diversas espécies apresentam o que é chamado de ciclo circadiano, ou seja, períodos em que nosso corpo se adapta à luminosidade ao longo dia sincronizando as funções fisiológicas. Por isso é muito importante a presença de luz natural. Além dos benefícios para a saúde humana, para as plantas que vão coabitar seu lar é essencial.
















Formas

Você já parou para observar a natureza? Se ainda não, contemple por um momento e verá a presença de linhas curvilíneas que são chamadas de formas orgânicas. Investir nessa linha visual também é um recurso para aproximação aos ambientes externos. Essa aparência remete à organismos naturais e resultam em um ambiente aconchegante.

















Visual

A possibilidade de olhar a natureza é um dos fatores que mais influenciam o seu entorno, visto que grande parte da população mundial passa várias horas do dia dentro de edificações. Reforçando o argumento de luz e sombra, é muito importante pensar o posicionamento das janelas, alinhando também com o máximo de contato com a área externa possível.















Plantas

A conexão direta com o habitat natural inserindo vegetação em ambientes internos pode ser uma das peças chaves do conceito discutido neste artigo. Podendo ser aplicada em diversos formatos e ideias, desde painéis de musgo, paredes verdes, jardins, vasos, trepadeiras, entre uma infinidade de espécies.

Tornar espaços mais humanizados e trazer a natureza para mais perto é um cuidado com você e com o planeta.




7 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Commentaires


bottom of page